Pages

terça-feira, 14 de agosto de 2012

A Arte de Viver - The Art of Living

Não, eu não sei se tudo que faço pode agradar.
Não, eu não sei se tudo que penso é verdadeiro.
Não, eu não sei sei se para onde estou indo qualquer caminho serve.
Apenas sei que só é feliz quem sabe amar.
Quem sabe fazer de um pequeno instante um grande momento.
Quem sabe que a ilusão é uma grande desilusão.
E que nem toda razão permite chegar a conclusão.
Que nem toda ação é coragem.
Nem todo amigo é irmão.

Na arte de viver.
Cabe a mim ir ou ficar, desistir ou lutar.
Porque eu não sou o que aconteceu comigo.
Eu sou o que eu escolhi me tornar.
Então eu disse a mim.
Que o mundo no qual eu acreditava.
Haveria de existir em algum lugar!
Nem que fosse apenas dentro de mim.

Sou o encontro de todas as indagações.
Sou um minuto e mil opiniões.
Sou apenas um humano e suas explicações.
Eis o meu segredo desvendado.
Não sou de ferro nem de aço.
Eu também me despedaço.